08 fevereiro 2018

Serviço de Cobranças: recibos/títulos/obrigações (4)



Lisboa (22.07.1898)
CE 128 - papel liso, dent. 12½



Recibo à cobrança enviado por via postal através do seu Serviço Interno de Cobranças de Recibos, Letras e Obrigações. Em conformidade com o Regulamento Postal de 1892 (1), a aceitação de cada documento sujeito a cobrança era obrigatoriamente aposto um selo postal no valor de 10 réis, não lhe sendo aplicado qualquer estampilha fiscal devido a gozarem de isenção do imposto de selo os recibos de assinaturas de jornais assim como os relativos a anúncios publicados nos mesmos.



(1) Regulamento do Serviço dos Correios de 1892, aprovado por Decreto de 10.12.1892 e publicado no D.G. n.° 286 de 17 de Dezembro.
 

 

07 janeiro 2018

Carimbos Datados (tipo 1880): CURIA-PALACE



Curia (15.07.1943) -> Lisboa (16.07) -> Londres
Curia / Anadia / Aveiro



06 dezembro 2017

Correspondência Oficial (1)



Vila Real (10.06.1936) -> Varge (03.09) -> São Tomé do Castelo


Carta registada, com aviso de recepção, circulada de Vila Real para São Tomé do Castelo. Esta correspondência trocada entre um município e uma autoridade de uma freguesia civil enquadrava-se e era classificada como Correspondência Oficial, gozando de isenção da taxa primária. A obrigatoriedade da indicação "Serviço da República" ou simplesmente "S.R." e a indicação dos remetente e destinatário eram alguns dos requisitos na aceitação de correspondências desta natureza.
Estava isenta da taxa primária mas não das operações acessórias que estavam cativas do respectivo tarifário, ou seja, o selo da franquia ($40) corresponde ao pagamento do prémio de Registo, sendo a taxa correspondente ao prémio de Aviso de Recepção ($40) também paga por meio de estampilha postal, afixada no respectivo impresso. 
A anotação manuscrita (postal?) "do Remetente / não reclamadoo Encarregado" e o hiato de tempo revelado pelas marcas postais, leva-nos a depreender que este objecto postal não tenha sido recepcionado pelo Regedor da freguesia de São Tomé do Castelo...



22 novembro 2017

2° Centenário: denteados (8)



10.01.1973
Carta de porte simples (até 20g) remetida por via aérea de Tortosendo para a Suécia.


CE 1171 (4x) – Cinquentenário da 1a Travessia Aérea Lisboa-Rio de Janeiro
  denteado 13 ½

 



18 novembro 2017

Erro genuíno ou clandestino?



1931
CE n° 537/42
5° Centenário da Morte de D. Nuno Álvares Pereira


Esta emissão comemorativa foi criada pela Portaria n° 7:205, de 17.10.1931, publicada no D.G. n° 242 - 1a Série, de 20.10.1931. O período de circulação, inicialmente previsto para o mês de Novembro, foi estendido a todo o mês de Dezembro pela Portaria n° 7:223, de 24.11.1931, publicada no D.G. n° 271 - 1a Série, de 24 do mesmo mês/ano. Findo o prazo de validade, o remanescente continuou à venda nas estações dos correios, unicamente para fins filatélicos, durante os meses de Janeiro e Fevereiro de 1932, e sobejante foi recolhido pela Casa da Moeda. Mais tarde, em 1933, o stock destes selos viria a ser transformado em nova emissão: "5° Centenário da Morte de D. Nuno Álvares Pereira, com sobretaxa"

Para além das cotações e dados técnicos desta série, eis alguns dados nos catálogos especializados: 
Eladio de Santos - refere e atribui cotação a selos com valor omitido ($40 e 4$50) e com valor deslocado ($25);
Simões Ferreira - apenas faz referência à existência de selos com valor omisso (taxas de $40 e 4$50);
Afinsa - apenas a nota: "Valores omitidos: Supõe-se terem saído ilegalmente da Casa da Moeda selos de 40 c. e 4$50 com valor omitido.";
Mundifil - Sem qualquel referência a selos com taxas omitidas ou deslocadas.


exemplar com valor deslocado



Ocorrem-nos duas questões:
Serão ensaios, erros ou refugo? De origem natural ou clandestina?



12 novembro 2017

Correio Aéreo (7)



Sta Cruz das Flores (16.10.1947) -> Aeroporto de Santa Maria (25.10) -> New York (26.10) -> Tracy/CA (28.10)

Carta de duplo porte, registada com aviso de recepção e encaminhamento por via aérea, remetida de Sta Cruz das Flores para os EUA. O porte devido pelo envio deste objecto postal era de 15$50, apresentando este, porém, uma franquia no valor total de 13$50.

decomposição do porte (15$50)
1$75 - 1° escalão de peso (até 20g)
1$00 - 2° escalão de peso (21 a 40g)
8$75 - 5x 1$75 (por cada 5g ou fracção) sobretaxa do CA
2$00 - prémio de R
2$00 - prémio de AR

A aparente insuficiência de franquia no valor de 2$00 é explicada pela afixação do(s) selo(s) correspondente(s) ao prémio de AR no próprio impresso (mod. 5), conforme o determinado pela Circular n° 64 - DSE 2 - correio aéreo, de 04.02.1942. 
Esta Circular, entre outras disposições, também recomendava que, para efeitos de apuramento do peso e cálculo da sobretaxa aérea, a pesagem do objecto postal fosse feita sem os selos da franquia mas em companhia do respectivo aviso de recepção, cujo peso total, no caso em apreço, estaria entre 21 e 25g.
Lançada na estação postal de Santa Cruz das Flores, a carta foi conduzida em veleiro da Ilha das Flores para a Ilha Terceira, transitando desta por via aérea no "Açor" da SATA até à Ilha de Santa Maria, sendo então encaminhada num Douglas DC-4 da PAN AM ou da TWA até Nova Iorque, e daqui até ao seu destino.





Bibliografia
SOEIRO, João Manuel Lopes (1997). Notas sobre o Correio Aéreo Português - (Período entre 1920 e 1955). Évora: Edições O Timbre
Webgrafia
www.selos-postais.com



11 novembro 2017

Correio Aéreo (6)



Sintra (26.01.1937) -> Lisboa (27.01) -> Berlim (03.02)


Carta do correio registado, expedida por via aérea de Sintra para a Alemanha. A franquia apresenta um excesso de $31 de porte (1$75 correspondente ao 1° porte, 2$00 de prémio de registo e 1$75 de sobretaxa do encaminhamento por via aérea) e ainda a particularidade da seguinte marca.


Esta marca acessória informa que, devido a condições climatéricas muito adversas, este objecto postal não foi encaminhado no voo previsto num dos trimotores Junker JU90 na Linha aérea 22 da Lufthansa (Lisboa/Burgos/Marseille/Genève/Stuttgart) com ligações para Berlim e Londres. De facto, os jornais da época como o "Diário de Noticias", em reportagens consecutivas a partir do dia 25 de Janeiro de 1937, relatam violentos temporais mais acentuados no centro e sul do país, provocando inundações das pistas e consequente cessação de toda a actividade aeronáutica nas pistas da Granja do Marquês (Sintra) e de Alverca. Face aos transtornos causados pela interrupção temporária do serviço postal por via aérea prestado pela Aero Portuguesa e demais companhias estrangeiras que operavam a partir de pistas terrestres, foi utilizado excepcionalmente o aérodromo do Campo Militar de Espinho, como comprova a seguinte notícia publicada no "Diario de Lisbôa", de 2 de Fevereiro de 1937 (terça-feira).

Diario de Lisbôa, de 2 de Fevereiro de 1937 (terça-feira)

Porém, a marca de chegada aposta neste sobrescrito leva-nos a concluir que terá sido feita uma expedição excepcional de malas postais, pelo menos na véspera, contrariando a notícia deste recorte e de várias fontes filatélicas publicadas.





07 novembro 2017

Emissões Ceres: correspondência diversa (4)



Machico (29.08.1923) -> Funchal -> New York (05.09) -> Oakland/CA (10 e 11.09)
franquia
1$00 (2x) - CE 248, papel acetinado, dent. 15x14
decomposição do porte
1$00 - 1° escalão de peso (até 20g)
$50 - 2° escalão (cada 20g ou fracção suplementar)
$50 - prémio de registo


Sobrescrito de duplo porte do correio registado, circulado da Madeira para os Estados Unidos da América. Porte de acordo com o Decreto n° 8:576, publicado no D.G. n° 7, de 11.01.1923.



10 outubro 2017

Correio de Bordo (17)



Funchal/Madeira (25.10.1932) -> marca do vapor (25.10) -> Georgetown/Guiana Britânica

Sendo este objecto postal uma cinta, o porte de 1$50 corresponderia ao envio de:
1. Jornais (250g-300g) se expedidos por particulares;
2. Jornais (700g-750g) se expedidos por editores;
3. Impressos (250g-300g);
4. Manuscritos (250g-300g);
5. Amostras s/ valor (250g-300g).


S.S. (Steamship) ORANJE-NASSAU
KNSM - Koninklijke Nederlandsche Stoomboot Maatschappij


20 agosto 2017

Correio de Bordo (16)



Funchal/Madeira -> marca do vapor (12.08.1926) -> Georgetown/Guiana Britânica (27.08)


Obs.: O carimbo de Georgetown foi utilizada numa primeira fase (7:30) para reforçar a anulação dos selos e, posteriormente (11:30), aplicada no verso a marca de chegada.




S.S. (Steamship) PRINS FREDERIK HENDRIK 
KWIM - Koninklijke West-Indische Maildienst